Exclusivo

Bate papo com Lú ( Banca do milho ) em Vicente Pires DF

Se você está em busca de um lugar único...

“Retratos da Minha História”acontece nos dias 17 e 18 de novembro

Espetáculo de encerramento do Projeto Mulheres Seguras será às 18h, no Teatro Sesc Newton Rossi.

 

Nos dias 17 e 18 de novembro, a partir das 18h, o Teatro Sesc Newton Rossi recebe o “Retratos da Minha História”, espetáculo de encerramento do  Mulheres Seguras. O show, que tem entrada franca para o público, contará com 13 coreografias e desfile de encerramento. Tudo idealizado por Shaiene Santana, criadora do projeto, cuja proposta é fazer com que as mulheres busquem autoconhecimento, ampliação da consciência corporal e da visão transformadora, por meio da dança.

           Segundo Santana, as participantes da oficina puderam superar dificuldades. “Elas conseguiram passar por cima da dor e entender que é possível recomeçar. Hoje percebemos a coordenação motora começando a se manifestar e o ritmo tomando conta do corpo delas. Com certeza, tornaram-se dançarinas”. A idealizadora do Mulheres Seguras ainda explicou como eram as aulas: “tínhamos rodas de conversa, muitas compartilhavam suas histórias e isso era algo incrível pois além do desabafo, elas conseguiram entender o propósito e a força que alcançaram ao serem ouvidas.”

               O espetáculo trará reflexões por meio da música, da dança e vai contar, por meio delas, sobre a retomada do ser mulher e da autoestima. “Levaremos o estilo livre com base em posicionamentos clássicos, contemporâneos e jazz”, conta.

 

A idealizadora

A brilhante ideia foi concebida e concretizada por Shaiene Santana, bailarina, professora e coreógrafa na área clássica e contemporânea. Com vastíssima experiência na área, realizou diversos espetáculos e participou de vários cursos de capacitação para bailarinos e professores com nomes da dança nacional e internacional

A também proprietária e diretora do Instituto Candango de Artes, comenta sobre o nascimento da ideia: “o Mulheres Seguras foi desenvolvido a partir da minha história, a partir de várias situações que tive de enfrentar e superar. Vejo mulheres que, como eu, assumiram muitos papéis, mas não conseguem viver o papel que elas mesmo escolheram. Vivemos opressão de todos os lados e somos exigidas de todas as maneiras, somos pai, mãe, empresárias, somos tudo, mas não temos tempo para dar atenção a nós mesmas. Então, a motivação para criar essa formação e esse espaço seguro nasceram daí”.

 

O projeto

Trata-se de uma proposta focada em mulheres que buscam autoconhecimento, ampliação da consciência corporal e da visão transformadora, por meio da dança. Isso se dá pela pesquisa do movimento para todos os corpos, abrindo caminhos para o aumento da autoestima, entre outros objetivos. Assim, pelo estudo coletivo, pelas rodas de conversa, pela abordagem de experiências vividas e por uma mentoria especializada, as participantes podem avançar na superação de suas questões pessoais.

Além do foco na prática da dança, o Mulheres Seguras atua com um acompanhamento completo de suas integrantes. “Elas contam com, por exemplo, infraestrutura e profissionais preparados para colocar em prática pesquisas e práticas a respeito de desenvolvimento pessoal, crenças limitantes, perfil comportamental, propósitos de vida, isto é, noções de cada tema para compreender quem somos como um todo. Além disso, há aulas de alongamento, de dança contemporânea, de balé clássico para adultas iniciantes, ou seja, toda uma estrutura técnica para preparar esse corpo e essa mente”, explica Shaiene.

 

Serviço

 

“Retratos da Minha História”

Data: 17 e 18 de novembro

Local: Teatro Sesc Newton Rossi

Horário: 18h

Últimas Notícias

Em estreia na Libertadores, Red Bull Bragantino empata sem gols com o Águilas Doradas

Águilas Doradas-COL e Red Bull Bragantino não saíram do...

Casa Branca pede transparência total na investigação da morte de Navalny

A Casa Branca pediu “transparência total” em torno das...

Newsletter

spot_img

Não perca

Em estreia na Libertadores, Red Bull Bragantino empata sem gols com o Águilas Doradas

Águilas Doradas-COL e Red Bull Bragantino não saíram do...

Casa Branca pede transparência total na investigação da morte de Navalny

A Casa Branca pediu “transparência total” em torno das...

Estrela do Rio Open, Carlos Alcaraz se lesiona e desiste na estreia

Carlos Alcaraz encerrou sua participação no Rio Open muito...
spot_imgspot_img

 A ansiedade dos aposentados pela Revisão da Vida Toda e a esperança na independência do STF frente ao Poder Executivo

  João Badari*   A Revisão da Vida Toda tem sido um tema de grande relevância para os aposentados no Brasil. Este processo visa...

Em estreia na Libertadores, Red Bull Bragantino empata sem gols com o Águilas Doradas

Águilas Doradas-COL e Red Bull Bragantino não saíram do 0 a 0 nesta terça-feira (20) no jogo de ida da segunda fase da Libertadores....

“Vivemos uma epidemia de insegurança”, diz novo presidente da Associação dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo

    Entidade fundada em 1949 é a maior e mais representativa da categoria em nível estadual   A Associação dos Delegados de Polícia...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui